25 setembro

‘Chef dos chefs’, francês Laurent Suaudeau tem nome confirmado no Degustando o Brasil e vai falar sobre bode

‘Chef dos chefs’, francês Laurent Suaudeau tem nome confirmado no Degustando o Brasil e vai falar sobre bode

Um dos nomes mais respeitados da gastronomia em territórios francês e brasileiro, Laurent Suaudeau é o primeiro chef confirmado na programação do Degustando o Brasil, o maior festival gastronômico da Paraíba. No dia 23 de outubro, o francês estará ao vivo por videoconferência, diretamente da Provence, no sul da França, para falar de técnicas e compartilhar experiências com amadores e profissionais.

 

A aula-show será transmitida para o público presente no Partage Shopping, além dos espectadores inscritos para conferir on-line esta edição do Degustando. Na ocasião, Laurent irá destacar as riquezas da culinária brasileira, enquanto o anfitrião Cumpade João dividirá a apresentação da arena do festival. A dupla vai preparar um prato tendo carne de bode como ingrediente principal.

 

“Se o bode criado solto é uma carne dura, nada impede que, se for muito bem criado, torne-se uma carne deliciosa. E é essa a função do novo paradigma da profissão de cozinheiro: quebrar paradigmas. O que é alta gastronomia? Só caviar? Nunca foi. Eu mesmo já tive oportunidade de comer buchadas deliciosíssimas no Nordeste e elas não ficavam atrás de pratos mais requintados apenas por terem origem de um alimento muitas vezes tratado de forma pejorativa”, defende Laurent.

 

Laurent Suaudeau é referência para várias gerações de chefs brasileiros. Quando participou como convidado de honra do programa Masterchef, em 2018, foi apresentado pelos jurados como ‘chef dos chefs’. No mesmo ano, ele conheceu Cumpade João, que havia recebido o Prêmio Dólmã na categoria nacional, e convidou o paraibano a enriquecer seu repertório na escola Laurent Suaudeau. Em 2019, Cumpade João participou do curso “Conhecimentos e Métodos”, em São Paulo.

 

“Foi muito gratificante. Eu, um cozinheiro de fogão a lenha, estar em uma das casas mais bem conceituadas de uma das maiores sumidades da gastronomia mundial, que é Laurent, e ser abraçado por ele. Minha honra maior foi quando ele colocou meu chapéu e me deu seu toque autografado. Pra mim, é o francês mais nordestino que já vi na minha vida”, declarou Cumpade João.

 

Em seus 30 anos de Brasil, Laurent já criou pratos memoráveis, como a mousseline de mandioquinha com caviar, o gnocchi de milho verde, e o caju com doce de leite e emulsão de cachaça e coco.

 

Nascido em Cholet, na França, começou seu aprendizado na gastronomia aos 15 anos, quando o pai conseguiu um lugar para ele em um restaurante administrado por Yvon Garnier.

 

Após passar por algumas casas de grande prestígio, incluindo o restaurante do lendário Paul Bocuse em Collonges-au-Mont-d’Or, Laurent foi convidado pelo mestre para um novo desafio: comandar a cozinha do Le Saint-Honoré, no Hotel Méridien, no Rio de Janeiro. Com isso, desembarcou no Brasil no início de 1980, com apenas 23 anos.

 

Foi aí que o chef conheceu novos ingredientes, como a mandioquinha, que interpretou com a técnica francesa e colocou imediatamente no cardápio do restaurante que chefiava. Em 1986, abriu seu próprio restaurante, o “Laurent”, logo considerado o melhor restaurante do Rio e com cotação máxima do Guia Quatro Rodas.

 

Em 1991, o chef mudou-se para São Paulo, onde conduziu até 2005, com grande sucesso, a cozinha de seu novo “Laurent”, frequentado pelos grandes apreciadores da gastronomia francesa. O estabelecimento sempre teve a cotação máxima no Quatro Rodas e no ranking da Revista Veja.

 

Laurent também obteve reconhecimento com importantes prêmios internacionais, contando em sua trajetória com marcos como sua condecoração pelo governo brasileiro com a Ordem do Rio Branco, no grau de Cavaleiro, em reconhecimento ao seu trabalho na formação de cozinheiros do país, e sua condecoração pelo governo francês com a Medalha Chevalier de Légion de d’Honneur, concedida pelo presidente da França. Criada por Napoleão Bonaparte para homenagear generais ou soldados que tenham se destacado em guerras, atualmente a homenagem é feita também para franceses que desempenham trabalhos de grande relevância.

 

Nos últimos anos, um de seus principais projetos é a escola de gastronomia Laurent Suaudeau, na capital paulista, que oferece cursos, workshops, eventos e consultoria. “A criação da Escola em São Paulo foi um passo natural, uma extensão do trabalho que já havia iniciado nos restaurantes”, destaca. Além disso, Suaudeau desenvolve um trabalho social através do Instituto Laurent, um centro de capacitação profissional em gastronomia que já beneficiou mais de 100 jovens em situação de vulnerabilidade social.

 

Programação
O Degustando o Brasil vai acontecer de 21 a 24 de outubro, das 13h às 21h, na praça de eventos do Partage Shopping. No local, será montada uma arena com cozinha de alto padrão, auditório e um telão para exibir o passo a passo de cada prato.

 

As inscrições para participar de forma presencial ou on-line são gratuitas e serão abertas em breve no site oficial. Na página, também será apresentada a programação completa, com os nomes dos especialistas que vão comandar todas as apresentações e os pratos que serão ensinados.

 

 

Programação
O Degustando o Brasil vai acontecer de 21 a 24 de outubro, das 13h às 21h, na praça de eventos do Partage Shopping. No local, será montada uma arena com cozinha de alto padrão, auditório e um telão para exibir o passo a passo de cada prato.

 

As inscrições para participar de forma presencial ou on-line são gratuitas e serão abertas em breve no site oficial. Na página, também será apresentada a programação completa, com os nomes dos especialistas que vão comandar todas as apresentações e os pratos que serão ensinados.

Selecta Club no Instagram